O MÓBILE



Assista agora ao filme completo em alta definição. Basta clicar no ícone PLAY.


ASSISTA!! O Móbile: Admiração - Agora no VIMEO

O Móbile: Admiração from Lilian Werneck on Vimeo.

Uma história de amor dividida pela arte. A atriz Nina Maya e a artista plástica Bárbara Oliveira vivem uma paixão fulminante influenciada pela admiração que sentem, uma pela outra.

Um filme de Lilian Werneck

Com
Nadja Dulci e Stefane Ribeiro
Giovane Machado e Daniela Durante

(Drama, 25 minutos)

Apoio Cultural:
MGM - Movimento Gay de Minas
QuebraGalho Produções
Video1 Produtora
i10 Design

Patrocínio:
Lei Municipal de Incentivo à Cultura Murilo Mendes
Funalfa
Prefeitura de Juiz de Fora

Contato: werneck.lilian@gmail.com


Roteiro e Direção | Screenwriter and director: Lilian Werneck

Elenco | Cast:
Bárbara Oliveira Stefane Ribeiro
Nina Maya Nadja Dulci
Catarina Daniela Durante
Eduardo Giovane Machado

Produção Executiva | Executive Production: Lilian Werneck - Juliana Rodrigues - Rosa Berg

Assistente de Direção | First Assistant Director: Tais Marcato

Direção de Produção | Director of Production : Nicole Leão

Produção /Platô| Set Production: Maria Clara Lessa

Preparação de Elenco | Casting: Tais Marcato - Marcelo Jardim

Direção de Fotografia | Director of Photography: Mauro Pianta

Cinegrafista | Cinematographer: Rodrigo Soares

Assistente de Câmera | Camera assistant: Pedro Thompson - Rafael Bouças

Iluminação | Set Light: Sérgio Nicolis

Técnico de som / Editor de som | Production sound mixer: Virgílio Tavares - Marcelo Castro - Pedro Crivellari

Editor | Editor: Daniel Dias Almeida

Trilha Sonora | Composer OST: Marlos Vinícius

Produtora Associada | Associate Production: Video01 Produtora

Produtora de Áudio | Sound Production: Estúdios Harmona -

Making Of: Video01 Produtora - Liliane da Rocha

Fotos Still: Nina Mello

Cabelo e Maquiagem | Stylist Hair: Heron Rodrigo - Eduardo Oliveira

Identidade Visual | Art Designer: i10 Design - Leo Moura - Viviane Bouçós

Legendas | Subtitles: Renata Campos Furtado

Nutrição | Nutrition: Liana Guimarães

Quadros e pinturas | Paintings: Petrillo

Móbiles e artes | Mobiles and art: Yure Mendes

www.omobile.blogspot.com

CONTATO:
werneck.lilian@gmail.com | https://www.facebook.com/lilian.werneck

quarta-feira, 26 de novembro de 2008

Renascimento



...confesso que ando com medo de escrever aqui. Tem tanto tempo! Tempo mesmo... não o relativo, o objetivo, prático, existencial, biológico. Tempo que me faltou e me fez adiar a estréia do filme, tempo que fez hibernar meu estado emocional, me tornar uma pedra... várias pedras. Tempo que significou trabalho, muito trabalho e não necessariamente no que precisava trabalhar.

Precisei esperar. Entre mim e o filme, havia um poço. Poços.

Agora voltei. Está difícil, complexo, mais uma confissão. Como voltar a tocar em seu filho depois de meses sem olhá-lo nos olhos. Me forço a. Queria que ele aprendesse a andar sozinho, mas não é assim. Agora chegou a vez. Agora vai. Agora eu entro de cabeça nessa história, termino o filme e apresento para sua apreciação. O que você vai achar? Não sei... mas o que vai sentir, faço idéia... porque tudo o que gira em torno do Móbile é tão denso, profundo, emocional, vivo, intenso.... tudo, para todos. Cada um dos que converso, me dizem coisas como "divisor de águas", "dias para jamais se esquecer", "dá vontade de viver aquela loucura todos os dias de nossas vidas", "você tem que produzir mais, cadê o segundo?" Coisas assim você vai sentir.
E eu digo... cada um dos sentimentos que ele provocou, provoca e vai provocar tem fundamento. Pois todos são a mais profunda verdade do meu coração e do coração de cada uma das pessoas envolvidas na produção. Verdade do coração e da alma, diga-se de passagem.

Eu, por exemplo. Além da realização, vitória, conquista, tem o amor. Me apaixonei pelo filme, no filme, pelas pessoas do filme, por uma em específico, vivi cada segundo dessa história, da pré-história, da pós que acontece hoje. Vivo cada instante, móbile. E a vida muda de novo. Tudo muda. Tudo novo de novo. E eu continuo apaixonada. Meu espírito clama por aqueles momentos.

Parece que foi ontem. Queria que tivesse sido ontem. Queria que não tivesse acabado. Ainda amo aqueles dias. Agora, distantes, tenho que observá-los em terceira pessoa. Em imagens. Imagens cortadas. E comigo, os meninos que vibram a cada som mixado, a cada plano colado, a cada som que vai virar trilha... Nesse momento muito particular que é a edição, é preciso mesmo o afastar do resto do mundo, o isolamento. Com meu sensível e amigo editor, que compartilha comigo momento tão especial. (Ele não esteve nos dias da gravação, mas o que ele sente através das imagens me dá uma idéia do que você vai sentir.) Porque mais do que nunca é preciso mergulhar na história, pra saber o que realmente é essencial e o que lhe sobra. A minha, no caso, está de dieta... como lhe sobra... o pior é que sobra coisa muito boa.. está ficando enorme!! Mas está tão linda, tão perfeitamente encaixada, cena por cena, detalhe por detalhe, atuação por atuação (que atuações... nossa). Enfim... sei que vai sair a história que precisa ser contada, porque foi a história vivida.

Sabe aquele lance, a vida imita a arte? Ou vice-versa... Então.... No fim, o que deve ser mais importante, o amor ou a arte?


Ainda tentando descobrir em cada plano que edito. Espero sinceramente não ter que concordar com a história que eu mesma escrevi... admitir que estava certa.. rsrsrs

Luto o tempo todo para mostrar que não é preciso abrir mão do amor para se viver... Ou da vida para se amar.

No momento, estou lutando para provar isso pra mim mesma...

O filme está quase pronto, sem data ainda marcada, lançamos na segunda quinzena de dezembro. Então, terei oportunidade de deixar fluir pra todos esse furacão de sentimentos que nós vivenciamos nos dias de "O Móbile: Admiração".



video
....Meus olhos famintos não se cansam de te acariciar.... procuram sempre um novo ângulo para te admirar...

pronto. mais um medo vencido. agora faltam poucos.